A Auto cura

Um dos princípios da osteopatia é a auto cura do corpo. Ela é a incrível capacidade que todos nós temos de combater agressões externas.

Por exemplo, quando sofremos algum corte na pele, nosso corpo imediatamente irá reagir para estancar o sangramento e deflagrar uma sequencia bioquímica e histológica para combater os agentes agressores e restaurar o tecido lesado.

O objetivo da osteopatia é tentar entender como funciona o processo de dor/disfunção naquela pessoa e naquele momento, e fazer algumas intervenções no sentido de ajudar o paciente a se auto curar.

Liberar o sistema que faz a captação de informações e mandam as respostas adequadas (sistema nervoso), liberar o sistema que leva os agentes necessários para fazer o reparo (sistema vascular) e liberar forças mecânicas que estejam criando tensões exageradas (sistema fascial). Não podemos esquecer também do componente emocional, que pode gerar uma série de restrições fasciais e viscerais.

Com esses sistemas liberados e um pouco de tempo o próprio corpo do paciente se encarrega de fazer as adaptações necessárias para o melhor funcionamento do organismo. Esse é um dos motivos para o tratamento osteopático ser relativamente rápido. É um trabalho de investigação para saber quais são os pontos de restrição de movimento que mais atrapalham o equilíbrio daquele corpo. Onde um dos principais pontos é a avaliação para saber a causa do problema, dos sintomas e não focar nos sintomas.

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Conheça nossos serviços de Osteopatia

Um abraço,

Ciro Salles

Fisioterapeuta e Osteopata

Posted in Osteopatia

Continue Reading

Quando procurar um osteopata?

Não existe um momento ideal para ir passar em consulta com um osteopata. Na verdade esses momentos podem ser vários. Para responder essa pergunta temos que responder outra pergunta antes…

Pra que serve a Osteopatia?

A osteopatia ainda não é muito conhecida pela maioria da população e a maioria dos que conhecem acham que ela é um meio de buscar a causa de DOR. É verdade, mas não é só isso… O objetivo principal da osteopatia é dar equilíbrio ao corpo. Fazer com que ossos, músculos, articulações, vísceras, glândulas estejam funcionando da melhor maneira possível, assessorados pelos respectivos suportes vasculares, fasciais e neurais. Cada um desempenhando sua função. A melhora da dor é uma das consequências desse equilíbrio.

É claro que um paciente que nos procura com dor quer se ver livre dessa dor. E é isso que temos que fazer. Mas há outros benefícios que podem ser conquistados que ajudarão esse mesmo paciente a ter uma qualidade de vida melhor. Função intestinal melhor, fim do refluxo, diminuição da dose de remédio da tireóide, retirada daquele remédio que só com ele conseguia dormir bem, diminuição da ansiedade…

Mas talvez o mais importante seja o aumento da capacidade de adaptação do corpo do paciente. Fazer com que aquele corpo consiga reagir melhor e mais rápido às demandas que ele precisar. Isso significa que aquele paciente poderá pegar seu filho no colo sem desencadear uma crise de dor lombar, poderá comer algo um pouco mais gorduroso sem ter enxaqueca no dia seguinte, poderá fazer o esporte que lhe dá prazer e trabalhar no dia seguinte sem problemas, poderá passar por um período de mais estresse no trabalho sem que seu refluxo volte, ou sinta dor no pescoço. A osteopatia é sim alivio de DOR, mas é muito mais!

Respondendo à pergunta inicial. Quando procurar um osteopata?

Procure um osteopata quando estiver com dor, quando achar que o corpo não está encaixado, quando estiver com incômodos se acumulando, quando quiser preparar o corpo para um período de maior demanda, periodicamente para prevenção, ou apenas quando quiser!

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Conheça nossos serviços de Osteopatia

Um abraço,

Ciro Salles

Fisioterapeuta e Osteopata

Posted in Osteopatia

Continue Reading

Porque a dor acontece?

Ao longo de nossas vidas, desde o nascimento, recebemos diversos estímulos que podem fazer com que nossos tecidos percam um pouco a capacidade de se movimentar. O espaço dentro da barriga da mãe fica cada vez menor conforme o tempo de gestação aumenta, gerando pressões que podem afetar o bebê. O nascimento também não é um momento muito fácil para os pequeninos, já que para nascer eles terão que passar por um canal estreito. O ossos do crânio de um bebê se movimentam muito para essa passagem e a tendência é que eles retornem à posição fisiológica nos primeiros dias de vida, mas pode ser que isso não aconteça, precisando de uma ajuda de um osteopata pediátrico para a liberação de tensões excessivas.

Além disso ao longo da vida passamos por diversas situações que podem gerar restrições de movimento de algum tecido. Fatores como traumas físicos, excesso ou falta de atividade física, períodos de imobilização, processos de cura de infecções ou inflamações, cicatrizes, alimentação inadequada, sem falar em todas as tensões geradas por nossas emoções. Então é impossível uma pessoa chegar à idade adulta sem várias restrições de movimento em seu corpo. E o sensacional é que nosso corpo possui uma capacidade de adaptação incrível às restrições que possui.

E assim vai ao longo da vida…libera aqui, tensiona ali, torce lá, aumenta o tônus desse músculo, diminui do outro músculo…tudo para fazer com que ele trabalhe da melhor maneira possível. Mas essa capacidade não é infinita e pode chegar um momento em que esse corpo não conseguirá mais se adaptar. Nesse momento haverá sobrecarga de alguma estrutura causando desgaste, dor, inflamações como tendinites e bursites, hérnias, ou um mal funcionamento de algum órgão que pode gerar sintomas como refluxo, cólicas, prisão de ventre entre outras. Ai entra a Osteopatia, não só liberando as tensões que geram os sintomas de dor, mas aliviando toda uma cadeia de disfunções para que o corpo seja capaz de receber outros estímulos sem perder o equilíbrio novamente.

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Conheça nossos serviços de Fisioterapia e Osteopatia

Um abraço,

Ciro Salles

Fisioterapeuta e Osteopata

Continue Reading

WhatsApp (function ($) { // Add smooth scrolling to all links $("a").on('click', function(event) { // Make sure this.hash has a value before overriding default behavior if (this.hash !== "") { // Prevent default anchor click behavior event.preventDefault(); // Store hash var hash = this.hash; // Using jQuery's animate() method to add smooth page scroll // The optional number (800) specifies the number of milliseconds it takes to scroll to the specified area $('html, body').animate({ scrollTop: $(hash).offset().top }, 800, function(){ // Add hash (#) to URL when done scrolling (default click behavior) window.location.hash = hash; }); } // End if }); })(jQuery);